segunda-feira, 23 de abril de 2012

Seu olhar era de adeus!


Seu olhar era de adeus!Quando percebi isso, minha alma entrou num nervosismo incontrolável. Seu olhar era de adeus. Sorri, disfarcei minha aflição, entretanto era impossível não perceber a despedida em seu olhar. Seu beijo de chegada era  frio como mármore de um sepulcro. Minhas pernas não conseguiam equilíbrio, minha mente agarrava e deixava escapulir o raciocínio. Só uma coisa era inegável , o seu olhar por mais absurdo que parecesse, era de adeus! Lágrimas teimosas começaram a dançar em meu rosto. Um nó sufocava minha voz. Era inaceitável, briguei com Deus!Meu coração orava em silêncio, mas seu olhar não mudava. O seu olhar era de adeus. Cada segundo que passei ao sei lado, escorriam como água de chuva num bueiro. Você continuava com sua beldade. Seus dentes perfeitos, sua face morena e elegante, seus músculos inquestionáveis, sua maneira de se movimentar, sua boca sensualíssima, seu nariz pintado como obra de Picasso, seus olhos penetrantes castanhos claros gritavam a todo o momento para mim, dizendo adeus.
Eu queria ir com você, queria continuar cuidando dos seus desejos e enfeitando a sua vida, contudo não fui aprovada pelo seu olhar. Era o fim de tudo, todas as flores que plantei não conseguiram vingar. O seu maldito olhar era de adeus!
Se eu pudesse faria naquele momento em você uma transfusão de olhos, mesmo que os novos fossem menos bonito que o seu, mas que pelo menos não fossem de adeus.

3 comentários:

Beto disse...

...gosto da intensidade....

Moisés Morais disse...

Concordo com você Beto... Muito intenso... Gosto disso também.

Gabrielle disse...

BELÍSSIMO. :o, me remeteu a um bom momento da vida, porém, triste.